quarta-feira, 23 de junho de 2010

CIgano !


Sou assim...
Como meus olhos ciganos
Brilhantes e exaltados de paixão
Reflexo de doçura e selvageria
Firmes e insolentes na expressão

Sou assim...
Como meus livres pensamentos
Soltos na estrada da vida
Um vulto relampejante
Conduzindo sonhos sem tormentos

Sou assim...
Como meu sorriso faceiro
Espalhando alegria no caminho
Encanto e beleza na dança do fogo
Tremulando a saia ao som do violino

Sou assim...
Como meus passos estreitos
Sem pressa para caminhar
Viajando sob sol abrasador
Na ânsia do grande amor encontrar

Sou assim...
Como minhas mãos carinhosas
Capazes de buscar num abraço
Como as ondas de um mar revolto
O grande amor perdido no espaço





Nenhum comentário:

Postar um comentário