terça-feira, 1 de junho de 2010

Consciência do bem ou do mal



Perdi...
a consciência do bem ou do mal, quando te encontrei.
Perdi...o medo do incerto ao te abraçar, ao conhecer o sabor do teu beijo. 
Perdi... a vergonha do meu corpo no teu corpo, que me ensinou tantos caminhos, que percorremos em silêncio, em segredo, nessa cama que nos observa calada, cúmplice da nossa paixão.
Sou prisioneira sem culpa, do que te dou, do que me dás, dependente desta droga que traficamos, que nos envenena o sangue e nos chega ao coração.
Coração que está carente, de amor..., de paz..., de um abrigo...,
Perdi...
O medo de lutar.....quero ficar contigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário