sábado, 5 de junho de 2010

A Janela...




À janela da vida vai sentindo
Esse desabrochar tão virginal
Eflúvios de desejo vai haurindo
Sorvendo o sol da vida, tão floral!...
Este sol se vai dando com fulgor
Vibrante, incandescente, lucilando...
Sol pujante, sol vida, sol vigor,
Que até fome de amor... vai saciando...

Nenhum comentário:

Postar um comentário