quinta-feira, 29 de julho de 2010

Coisa da Pele!






Coisas de pele, coisas de desejo.
Coisa de corpos nus entrelaçados.
Coisas olhares tortos, revirados.
Coisas de língua muito alem do beijo.
Coisas de êxtase, se puxar cabelos.
Coisas de músculos empedrejados.
Coisas de seios rijos excitados.
Coisas de líquido encharcando pêlos.
Coisas de química, coisas de entrega.
Coisas de coxas que de tanto esfrega
Chega-se ao ápice de uma forma insana.
E após o gozo, vai-se alegremente,
Dentre os gametas quem chegar a frente
Perpetuar o dom da raça humana.
(poema de um amigo )

Nenhum comentário:

Postar um comentário