sábado, 11 de setembro de 2010

Silêncio




Silêncio...
envolto em chama,
brisa e perfume...
Isso nos basta.


Olhos
enlaçados...
soltam-se nossos
âmagos,
enlaçam-se nossos
poros


em gosto,
em cheiro,
em gozo,
em paz,
em beijo...

numa dádiva explosiva
provamos, do desejo, a ternura.
brandura que nos
acaricia,
canção que nos afaga
aos poucos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário