terça-feira, 1 de junho de 2010

Procuro!!!



Procuro sem cessar em todos os lugares, o teu olhar
Como se dele precisasse para encontrar o meu caminho
Procuro em todas as estrelas do céu, mas... 
Os teus olhos quando me abraçam, brilham mais que a luz do sol
Tanta luz que anula minha tristeza e me faz sorrir e te beijar
Procuro no imenso mar, de ondas imponentes e espuma sempre a dançar
Mas os teus olhos são mais fortes que todas as ondas que eu possa enfrentar
Procuro na tranquilidades das planícies de mil cores
 Mas os teus olhos têm todas as cores do arco-íris
Reflectindo em mim todo amor que me querem dedicar.
Procuro em todos os lugares, na terra , no céu e no mar...
Mas os teus olhos estão longe de mim agora.
De mansinho fecho os olhos ...e nesta vasta escuridão
Vejo os teus olhos que me chamam e me pedem para te amar!
Procurei-os em tantos lugares, sem nunca os encontrar
Estavam tão perto, dentro do meu coração, sempre a brilhar...! 
                                                                    






Sentir o teu perfume





Estou aqui, mesmo que não me vejas
Estou aqui sempre em teu pensamento
Estou dentro do teu coração            
Vivo contigo na tua imaginação
            «             »
Estás aqui, mesmo que não te veja
Estás sempre em meu pensamento
Vives no meu coração
És o meu sonho, minha paixão
            «             »
A distância entre nós não existe
Estamos sempre juntos, mesmo longe
Consigo sentir o teu perfume, o teu olhar
Basta fechar os olhos e sonhar
            «             »
Quando se ama, não basta caminharmos juntos
Temos que olhar os dois na mesma direcção
O caminho é muito inserto
Sem os teus olhos, caminho na escuridão
             «            »
O teu amor é minha luz
Os teus braços o meu abrigo
O teu coração é o meu destino
Viver fora dele já não consigo!

Consciência do bem ou do mal



Perdi...
a consciência do bem ou do mal, quando te encontrei.
Perdi...o medo do incerto ao te abraçar, ao conhecer o sabor do teu beijo. 
Perdi... a vergonha do meu corpo no teu corpo, que me ensinou tantos caminhos, que percorremos em silêncio, em segredo, nessa cama que nos observa calada, cúmplice da nossa paixão.
Sou prisioneira sem culpa, do que te dou, do que me dás, dependente desta droga que traficamos, que nos envenena o sangue e nos chega ao coração.
Coração que está carente, de amor..., de paz..., de um abrigo...,
Perdi...
O medo de lutar.....quero ficar contigo!

Sinto-me como uma ave ferida,




Choro, tento segurar as lágrima,
mas elas teimam em rolar pela minha face.
Esperei até tarde, por uma palavra tua,
mas tu deixaste-me no silêncio,
num silêncio profundo, desesperado....
........................................................
Sinto-me como uma ave ferida,
perdida, em busca de um abrigo.
Sinto-me só..., sigo só,
como companhia,
só me restam as minhas, lágrimas
.....................nada mais..................

Misterios !




Sabes! 
Quando me beijas, quando a tua boca toca na minha...
perco-me num mundo de sensações.
E... é bom, é maravilhoso
é uma doçura, que toma conta dos meus sentidos.

Não quero parar, não quero que pares
Quero que me abraçes forte, e me beijes devagar.

Quero parar o mundo nesse instante,...
deixar de ter consciência onde acaba o meu corpo e começa o teu,
sentir que somos um só ser, que nos fundimos tão profundamente
e que nesse momento, nos pertencemos...
que somos um do outro, tão infinitamente...

Como o próprio infinito é só nosso,
como infinito é este AMOR que nos enlouquece,
mas que nos aconchega a alma,
e nos conforta o coração!
 Sabes!
É tudo isto que eu sinto, sempre que me beijas
e muito mais talvez!

Sabes!